Buscar

Diastema: Questão de saúde bucal ou estética?

Diastema é como se chama clinicamente os espaços extras entre os dentes, às vezes pequenos, às vezes grandes demais, vistos como “buracos”.



O Diastema é uma área de espaço extra, um “buraco”, entre dois ou mais dentes. É mais frequentemente observado nos dois dentes frontais da arcada superior. Embora o diastema possa vir a causar problemas de saúde bucal, as pessoas geralmente tratam por conta da estética.


Esta condição pode ser corrigida, não apenas por razões estéticas, mas também por motivos de ordem funcional ou de má oclusão.


Na fase de dentição de leite (em bebés e crianças) essa situação não merece tanta relevância, uma vez que pode ser até benéfica para promover o espaço necessário para erupção da dentição definitiva, na qual os dentes apresentam um maior volume.


No entanto, nos adolescentes e adultos a situação torna-se indesejável esteticamente, interferindo inclusive na autoestima da pessoa, levando a maioria a recorrer a um tratamento ortodôntico para correção e alinhamento dos dentes.


A ortodontia é a especialidade voltada ao estudo, prevenção e tratamento das alterações do posicionamento dos dentes e com o crescimento e o desenvolvimento dos maxilares. Para além dos dentes disjuntos ou separados, outras anomalias como dentes tortos, dentes apinhados ou “encavalados” ou mal posicionados são problemas possíveis de correção.


QUAIS SÃO AS CAUSAS DO DIASTEMA?


O aparecimento de diastemas pode acontecer por diversas causas, sendo a mais frequente relacionada com uma desproporcionalidade entre o tamanho dos maxilares e o tamanho dos dentes, ou seja, uma maior dimensão do espaço ósseo das arcadas dentárias em relação ao tamanho dos dentes, ou uma dimensão dos dentes menor que a normal (microdontia) face ao espaço existente nas arcadas. Esta condição tende a ser de origem genética, e sendo assim pode ser transmitida nos genes de pais para filhos.


Entre outras causas, a ausência da erupção de algum dente (agenesia), também de origem genética e, muitas vezes, hereditária ou pela perda de algum dente, levando neste caso ao afastamento dos mesmos ou que se desencostem uns dos outros pelo espaço excedente.


A inserção baixa do freio labial também é uma condição que origina diastemas com frequência, embora neste caso normalmente localizados apenas entre os dois incisivos centrais (diastema interincisal), onde as fibras desse freio nesse tipo de inserção baixa se prolongam até ao término da gengiva que separa os dois dentes (papila), impedindo assim que os mesmos se encostem.


Entre os casos menos frequentes, o aparecimento de diastemas pode estar relacionado com o hábito de sucção e uma atividade excessiva ou parafuncional da língua que levem a desequilíbrios no desenvolvimento dos maxilares e também por traumatismos e problemas parodontias, pois a perda do tecido ósseo e gengival dos dentes tende a originar mobilidade dos dentes, e com isso a sua movimentação e afastamento.


COMO TRATAR O DIASTEMA?


O tratamento para diastema com objetivo de fechar os espaços ou unir os dentes afastados, depende do diagnóstico ortodôntico, que analisa as causas e as características apresentadas pelo paciente.


Na maioria dos casos o tratamento ortodôntico é a opção mais indicada, principalmente em adolescentes e jovens, mas também é bastante considerado em adultos. O tratamento ortodôntico utiliza aparelho ortodôntico para corrigir e alinhar a posição dos dentes, incluindo as situações de dentes afastados ou diastemas.


O tempo de tratamento depende da técnica aplicada e do tamanho e localização dos diastemas existentes. Normalmente, o tempo de tratamento varia de 12 a 36 meses, implicando em cada mês uma consulta para controle e ativação do aparelho.


Corrigir os dentes com aparelho dentário possibilita manter os dentes íntegros, o que não acontece com o recurso à prótese fixa, onde implica sempre alguma invasão e comprometimento da estrutura dentária.


A opção pelo uso de aparelho nos dentes para correção dos diastemas deve partir da análise ortodôntica, que informará o paciente sobre as vantagens e desvantagens deste método em relação a outros métodos e necessidades para correção dos diastemas.

ATENDIMENTO

Av. Diário de Notícias, 200/ 511 - Cristal

Porto Alegre - RS

E-mail: ortodontiaprietsch@gmail.com

What'sapp: (51) 99961.4071

Fone: (51) 3222.0726 

Horário: Seg, qua, qui e sex, das 14h às 18h

            Terças, das 8h às 12h

  • Facebook
  • Instagram

Estamos localizados dentro do Barra ShoppingSul, oferecendo estacionamento seguro dentro do shopping para maior comodidade dos pacientes.

Todos os direitos reservados à Ortodontia Prietsch. Criado por Trigo Comunicação e Marketing