Buscar

Você sabe o que é ortodontia preventiva e qual é a sua importância para o desenvolvimento adequado

É muito comum as pessoas associarem a ortodontia diretamente a dentes desalinhados e à necessidade de uso de aparelho dentário para correção. No entanto, a ortodontia vai muito além disso, trata-se de uma especialidade que atua na prevenção de problemas ortodônticos e dos ossos da maxila e mandíbula, diagnosticando disfunções e promovendo intervenções preventivas para evitar ou reduzir complicações, que podem até se tornar severas, no período de crescimento e desenvolvimento da face.


Sendo assim, existem diferentes demandas ortodônticas, com formas de abordagens específicas, o que leva a uma subdivisão em três classificações: ortodontia preventiva, interceptativa e corretiva ou tradicional.


Cada abordagem é aplicada levando em consideração o perfil do paciente, idade e suas particularidades.


Hoje, vamos falar aqui especificamente da ortodontia preventiva, que como o nome já diz, atua na prevenção do agravamento de problemas de oclusão, que pode evitar a necessidade de uso de aparelho fixo, extração de dentes permanentes e, até mesmo, de cirurgias ortognáticas, feitas para corrigir o posicionamento do maxilar.


Através da ortodontia preventiva também se aplica uma abordagem educativa para correção, orientação e desconstrução de maus hábitos que podem comprometer o desenvolvimento da arcada dentária, como chupar dedo e chupeta, por exemplo.


Além disso, também podem ser identificadas disfunções que interferem no desenvolvimento dentário, como problemas de dicção em que a língua da criança empurra os dentes durante a fala, ou problemas respiratórios que prejudicam a respiração da criança forçando a respiração pela boca, comprometendo a formação da angulação correta da arcada.


É importante e recomendado que a ortodontia preventiva seja realizada ainda na infância, durante a fase dos dentes de leite, que se dá entre os 5 e 12 anos, para que o tratamento tenha um resultado mais efetivo.


Como é feito o tratamento preventivo?


Na primeira consulta o ortodontista já pode identificar o que deve ser acompanhado ou tratado. Incialmente são realizadas pequenas intervenções para garantir a saúde bucal e prevenir problemas de oclusão e falta de espaço para a substituição dos dentes de leite.


Entre as intervenções mais comuns, podemos citar:


• Avaliar e acompanhar o espaçamento entre os dentes de leite para o nascimento e desenvolvimento dos dentes permanentes;



• Utilizar aparelhos ortodônticos espaçadores para manter o espaço após a queda dos dentes decíduos;



• Extrair de forma programada dentes decíduos, para facilitar a descida e o posicionamento do dente permanente substituto;


• Tratar lesões de cárie, evitando a perda prematura dos dentes de leite e consequente comprometimento da arcada e do espaçamento necessário para o dente permanente;


• Usar expansor palatino – modelo de aparelho ortodôntico usado para corrigir a largura do céu da boca e manter o espaçamento para o nascimento dos dentes permanentes, corrigindo, ainda, problemas causados por maus hábitos.

ATENDIMENTO

Av. Diário de Notícias, 200/ 511 - Cristal

Porto Alegre - RS

E-mail: ortodontiaprietsch@gmail.com

What'sapp: (51) 99961.4071

Fone: (51) 3222.0726 

Horário: Seg, qua, qui e sex, das 14h às 18h

            Terças, das 8h às 12h

  • Facebook
  • Instagram

Estamos localizados dentro do Barra ShoppingSul, oferecendo estacionamento seguro dentro do shopping para maior comodidade dos pacientes.

Todos os direitos reservados à Ortodontia Prietsch. Criado por Trigo Comunicação e Marketing